domingo, 25 de novembro de 2012

Em suspenso


Gosto deste grafite. Reparei nele quando, há dias, caminhava na Av. Marquês de Tomar para fazer umas compras numa das livrarias minhas preferidas em Lisboa. Recordei-me de uma frase de Agostinho da Silva (1906-1994): "Em lugar de - penso, logo existo - empregue o - sinto, e só existo quando sinto, e por sentir, o universo existe - ".

Sem comentários:

Enviar um comentário