segunda-feira, 24 de setembro de 2012

A Farsa de Inês Pereira

 - Elaboração de cenografia

 - Ensaio geral

- Apresentação ao público

Já que estou em Torre de Moncorvo, aproveitei para conhecer a Companhia de Teatro Alma de Ferro e, há um par de semanas atrás, fui ao Celeiro, antigo armazém de víveres, situado na extinta Estação de Caminho-de-Ferro de T. Moncorvo, hoje adaptado para sala de espetáculos.
Depois de apresentadas as personagens e resumida a trama com rapidez, assisti ao um ensaio, transformei a imaginação em teatro e imaginei uma cenografia possível para o texto vicentino A Farsa de Inês Pereira.
A proposta foi aceite e o cenário fez-se com pouco - tanto quanto este grupo sem verbas nem apoios o permite –, mas o suficiente para caber nele a história, as palavras, os atores (gente de alma gigante).
A peça foi estreada na sexta-feira, dia 21, e aplaudida de pé. Mais uma vitória a juntar à história deste grupo de teatro, que é de sucesso, feita de muito trabalho, inspiração (conseguida com muita transpiração, pois claro!), dedicação e espírito de equipa.
Parabéns pelo vosso trabalho, parabéns pelo vosso quarto aniversário acabadinho de fazer. Continuem a ter alma resistente.

Sem comentários:

Enviar um comentário