sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Fim de Agosto em Trás-os-Montes




 
O Alto Douro prepara-se para a azáfama das vindimas e celebração da fartura e da grandeza do vinho perfumado, saboroso, perturbante. Trás-os-Montes já não se difunde generosamente na pureza da água leal e salutar como noutros tempos.
Em Felgar o sussurro das águas correntes é cada vez mais fraco.

domingo, 26 de agosto de 2012

Circuito domingueiro

   Partida: Sintra

 Paragem para lanche: Leitaria Camponeza (Baixa de Lisboa)


 Pequeno "giro": do Castelo de S. Jorge ao...

Padrão dos Descobrimentos.

 
Acompanhar a última etapa da Volta a Portugal em Bicicleta foi apenas um pretexto para fazer este circuito. Correu tudo "sobre rodas"!

sábado, 25 de agosto de 2012

Senhora do Castelo


 

 

As festividades em honra de Nossa Senhora do Castelo celebram-se, este fim-de-semana, na pequenina aldeia de Adeganha (concelho de Torre de Moncorvo/ Trás-os-Montes), infelizmente, este ano, inseridas num cenário natural triste, devastado por um incêndio que ocorreu à poucas semanas reduzindo o coberto vegetal local a um monte de cinzas e troncos de árvores carbonizados.
A ideia de policromar a envolvente do caminho de acesso ao santuário da Senhora do Castelo foi posta em prática graças à cumplicidade do Grupo de Amigos da Adeganha que, através de ideias simples mas cheias de criatividade, acabou por inspirar uma nova abordagem a esta celebração religiosa, incentivando os residentes da aldeia a criar as próprias decorações festivas com temas florais.
Ideias positivas e projetos suficientemente simples para serem feitos por qualquer pessoa e desencadear um movimento de mobilização, aproximação e entusiasmo comunitário. Oxalá inspire outros olhares atentos à importância de iniciativas como estas; oxalá estes gestos gradualmente se abram a práticas e terrenos mais amplos e diversificados; oxalá hoje e amanhã a Festa de Nossa Senhora do Castelo se afirme como celebração religiosa que é, mas também como evento que deixa um impacto positivo e que será, certamente, a antítese de algumas "festinhas" correntes que se celebram, um pouco por todo o país e que, infelizmente, têm tendência para se apresentarem sob forma degenerada e confusa, em quadros conceptuais que tornam cada vez mais dificil a identificação dos seus principais leitmotifs.
Daqui (a mais de 400 quilometros de distância) envio o desejo de que esta seja uma festa muito participada.

(PS: Créditos de imagem (1.ª foto): André Tereso)