quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Novembro

Com a chegada do mês de Novembro, parece-me que desta vez chegou (a valer) também o outono, a estação das cores misteriosas.

“Estas primeiras horas de Novembro que tingem de vermelho as folhas das trepadeiras, como uma mancha de sangue, intensa, abrupta, sobre um escudo. O resto é ouro, duma ponta à outra, e podeis expô-lo, no tapete de musgo tecido pelos duendes e enfeitado pelas fadas”.
R. Browning

Sem comentários:

Enviar um comentário