quinta-feira, 25 de agosto de 2011

... e a porta deixa adivinhar

Também não foi menor o tempo de espera para que se publicasse a imagem de uma, ou melhor, de duas portas. Encontrei-as assim, entreabertas, à espera de quem chega e se abeire para entrar.
Entre conversas sobre barros e olarias, caminhadas e olhares contemplativos, deixei-me conduzir até à casa onde em tempos residiu o Sr. João, oleiro conhecido, e reconhecido, pela qualidade do "tijolo" e da "tijola" que fabricava.

Sem comentários:

Enviar um comentário