terça-feira, 31 de agosto de 2010

Reconhecidamente



Os gestos que não fazemos à espera de que os outros os façam por nós. E assim perdemos a vida, que é uma expressão permanente que não pode ser adiada.
O gesto de agradecimento não foi esquecido, e nem foi adiado. Verbalizei-o várias vezes até.
Mas apetece-me tanto ilustrar o meu agradecimento.
(Ao MD, DGS e GMR)

Sem comentários:

Enviar um comentário