sábado, 10 de outubro de 2009

Museu Nacional de Etnologia (cont.)


(António Jorge Dias)

Portanto, embora ainda não houvesse um espaço definido para albergar um museu etnológico, Jorge Dias dedicava-se já à recolha de objectos e tentava constituir colecções num trabalho sistemático e intenso.
Para além destas dimensões - trabalho de campo e recolha de objectos - existe uma terceira dimensão na acção de Jorge Dias e que está relacionada com a organização de estudos antropológicos em Portugal. É neste âmbito que vai ser criado o Centro de Estudos de Antropologia Cultural. Um centro que fará parte da Junta de Investigação do Ultramar que, por sua vez, depende do Ministério do Ultramar.
Em 1962 vai ter lugar no Instituto Superior de Ciências e Políticas do Ultramar aquilo a que podemos designar como primeira instalação do museu de etnologia e que vai ter o nome de Museu de Etnologia do Ultramar.

Sem comentários:

Enviar um comentário